• Cinco Anos e eu não consigo esquecer – Homenagem a Bruna e Miriam Baltresca por Manuel Silvino Ferreira Fernandes

    by  • 18 de September de 2016 • AGENDA • 0 Comments

    Todos me dizem já faz cinco anos, onde foi mesmo o acidente? Eu me revolto e logo digo “NÃO FOI ACIDENTE, FOI CRIME”!
    Um cara pega seu carro totalmente sóbrio, vai para uma bar totalmente sóbrio, pede 1 cerveja totalmente sóbrio, claro que ele sabe que depois vai ter que pegar este carro e, já não estará mais sóbrio.
     Após o primeiro gole começa o seu processo de se tornar um assassino, começa o seu processo de destruir famílias.
    Sabem por que eu falo isso: “destruir famílias”? Porque o MARCOS ALEXANDRE MARTINS que resolveu sair de casa para comemorar uma promoção no serviço, segundo dizem, ele não assassinou só a Bruna e a Miriam Baltresca, ele assassinou a família da Marílza, irmã da Miriam, ele assassinou a vida do Sr. Elias e Dona Linda os pais da Miriam, ele assassinou a vida do Rafael Baltresca, filho de Miriam e irmão de Bruna.

     

    Perguntam-me como assassinou se eles estão vivos, eu digo VIVOS, mas com uma dor imensa no coração, com a dor de não poder mais ver a alegria da Bruna, as suas tiradas humorísticas quem a conheceu sabe como era uma menina alegre, de personalidade forte, capaz de mover o mundo se comprassem um briga com ela, mas também não mediria esforços para ajudar alguém. A bondade da Miriam, nem vou falar muito, acordava todos os dias com chuva ou sol só para tocar seu violão na missa das 6:00 horas da manhã e acho que o padre até hoje não achou quem a substituísse.
    Tudo isso o Marcos assassinou no dia 17/09/2011 assassinou. Assassinou a nossa PAZ!
    Minha filha, Adriana, faz aniversário dia 16/09, um dia antes. A Miriam e Bruna foram ao Shopping Villa Lobos, fazer o que? Comprar um presente para ela, porque tínhamos programado uma pizza aqui em casa, imaginem a cabeça dessa jovem de 16 anos na época? Quando soube que elas morreram por que foram ao Shopping comprar um livro “A Ultima Musica, que eu achei todo cheio de sangue no local da tragédia. Claro que comprei outro e a presentei.
    Então Marcos Alexandre, veja o estrago que você fez!
    Porque tomou umas cervejinhas!!! Você tem filhas, tem esposa, eu sei que já foi visto bebendo outra vez e dirigindo, pense nisso, se não quer pensar na Miriam e na Bruna pense nas suas filhas, na sua esposa, nos seus pais.
     E, por favor, não dirija mais quanto beber alguma coisa, um copo de cerveja que seja.
    Por favor, não beba mais. O estrago já foi grande demais.

     

    *Manuel Silvino Ferreira Fernandes é casado com a irmã de Francisco Baltresca. Francisco foi o pai de Rafael e Bruna e esposo de Miriam. Manuel foi a pessoa que esteve ao lado do Rafael desde a notícia da morte de sua mãe e irmã. Está no Movimento Não Foi Acidente desde a sua fundação. É um dos coordenadores do Movimento responsável por entrevistas e palestras. Contate Manuel pelo email: manuel@naofoiacidente.org

    About

    Pedagoga Especializada em Surdez e Psicoeducadora especializada em Teoria, Pesquisa e Intervenção em Luto.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published.