• CQC e a morte de Vitor Gurman

    by  • 28 de May de 2013 • AGENDA, NA MÍDIA • 0 Comments

    ”É uma tristeza, é uma falta diária. Você perde esposa ou marido e fica viúvo. Você perde pai ou mãe e fica órfão. Você perde um filho e não tem uma palavra que diga o que você fica, porque o ser humano não foi projetado para enterrar o filho. É muito doloroso.“ – Jairo Gurman – pai do Vitão

    Ao assistir o CQC nessa noite, não teve como não se emocionar. Desde março de 2012 o CQC abraçou nossa causa. Em 2013 fez uma reportagem mostrando que, Gabriela Guerrero Pereira, a pessoa que atropelou Vitor Gurman na calçada, continuava a dirigir. A partir dessa constatação, entrevistou Jairo (pai) e Nilton Gurman (tio) e disponibilizou as filmagens para o Ministério Público.

    Com essas provas em mãos, a Justiça proibiu a nutricionista Gabriella Guerrero Pereira, 31, de frequentar bares, além de suspender a carteira de habilitação dela. Em julho de 2011, ela atropelou e matou o administrador Vitor Gurman, 24, na Vila Madalena, zona oeste paulistana.

    A juíza Eliana Cassales Tosi de Mello, da 5ª Vara do Júri da capital, aceitou o pedido do Ministério Público, que usou uma reportagem do programa CQC, da TV Bandeirantes, para mostrar que a jovem dirigia com a carteira de habilitação vencida havia menos sete meses. A acusada vai recorrer da decisão.

    Neste ano, a promotora Mildred Gonzalez deve decidir se vai denunciá-la ou não por homicídio por dolo eventual (quando se assume o risco de matar).

    Assista a reportagem do CQC em:

     

    About

    Pedagoga Especializada em Surdez e Psicoeducadora especializada em Teoria, Pesquisa e Intervenção em Luto.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published.

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.