• Maio: Verde, Amarelo e Vermelho. E como ficam os demais meses do ano?

    by  • 11 de June de 2014 • AGENDA • 0 Comments

    Em 2014, o mês de Maio passou a ser o mês que sinaliza a atenção ao trânsito, o Maio Amarelo. Hoje, rememorando o que foi vivenciado, podemos ver o verde, o amarelo e o vermelho claramente, não apenas em Maio, mas em todos os meses e dias do ano.

    Verde: Em maio, a Fundação Thiago Gonzaga completou 18 anos. A Equipe Não Foi Acidente esteve no “Vida Urgente” para conhecer de perto o que há de pioneirismo e qualidade no que se refere à educação e conscientização na temática trânsito.

    Fundação Thiago Gonzaga – Vida Urgente

    Amarelo: Por todo o Brasil pudemos ver ações lindas de conscientização e o Projeto de Lei do Movimento Não Foi Acidente pode ser apreciado em Audiência Pública no Congresso Nacional. Agora, estamos aguardando o substitutivo que será redigido pelo Deputado Federal Hugo Leal e, mais adiante, novamente, o Projeto de Lei será discutido.

    Movimentos Não Foi Acidente e Viva Vitão no Congresso Nacional

    Ações Maio Amarelo

    Vermelho: Se o Brasil está em terceiro lugar no mundo no que se refere à mortes no trânsito e, em sua frente está Índia e China, países com população superior ao Brasil, se levarmos isso em conta, somos o país que, mais tem mortes no trânsito no mundo. Colocaremos apenas duas histórias aqui, de familiares que conhecemos de perto.

    Gabriel Dias (18) foi atropelado e morto no dia 10 de maio por um motorista embriagado.  O que dizer a uma mãe que enterra seu filho no Dia das Mães?

    Gabriel Dias

    Alessandra Trino Oliveira (33) e sua a filha Júlia (1 ano e 7 meses) na madrugada do dia 11 de maio, também vítimas de um motorista embriagado. O que dizer a uma família que enterra mãe e filha juntas?

    Alessandra e Julia

    Trabalhos que dão certo precisam ser levados a outros estados. Leis mais eficazes precisam ser aprovadas. A educação de trânsito precisa ser parte do currículo escolar. Valores precisam ser passados de pais para filhos e trabalhados nas escolas. Não dá mais para ver histórias sendo interrompidas assim, de repente, por mortes que poderiam e deveriam ter sido evitadas.

    E hoje, 11 de junho, Vitor Gurman faria 27 anos, mas aos 24 ele foi atropelado e morto por uma motorista embriagada.

    Vitor Gurman

    Basta!

    Cabe a mim e a você sermos a mudança que queremos ver. Cabe a nossos governantes trabalhar por um país com menos mortes no trânsito.

     

    About

    Pedagoga Especializada em Surdez e Psicoeducadora especializada em Teoria, Pesquisa e Intervenção em Luto.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published.

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.