• Projeto de Lei do Movimento Não Foi Acidente aprovado no CCJ. Agora é Plenário da Câmara!

    by  • 20 de August de 2015 • AGENDA • 0 Comments

    Na manhã de hoje, 20 de agosto de 2015, do Projeto de Lei do Movimento Não Foi Acidente, Projeto de Lei 5568/2012, hoje apensado ao Projeto de Lei 5512/2013, foi aprovado pela CCJ – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (Brasília – DF).

    Infelizmente, o que foi aprovado não foi exatamente o que a petição pública contemplava, ou seja, não conseguimos a tolerância zero e nem a pena que havíamos pedido, de 5 a 8, que ficou de 4 a 8 anos! Estes dois pontos, o Movimento tentará recuperar quando o Projeto de Lei for a Plenário!

    Quais os próximos passos?

    1. Ir ao Plenário da Câmara

    2. Ir ao Plenário do Senado

    3. Apreciação da Presidente

    Se você quiser assistir as palavras dos Deputados Federais em sua apresentação na CCJ – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (Brasília – DF), clique em:

    http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/webcamara/arquivos/videoArquivo?codSessao=53670#videoTitulo

    Depois, acesse os vídeos um a um e poderá ouvir as palavras e votação do Projeto de Lei, o último vídeo referente ao Projeto de Lei foi o registrado em 11:31:10.

    Quatro anos para chegar até aqui, esperamos que os próximos passos aconteçam com brevidade.

    Saiba mais:

    Projeto de Lei de Iniciativa Popular assinado por mais de 1 milhão de pessoas e apresentado pela Deputada Federal Keiko Ota que recebeu o número de 5568/2013 : http://www.naofoiacidente.org/Arquivos/Peticao_projeto_completo.pdf

    O que foi aprovado hoje, 20/08/2015, o substitutivo de Efraim Filho:  http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=AF58B7EDBCD2CDA59D5DA9A787BA04BA.proposicoesWeb1?codteor=1372999&filename=CVO+1+CCJC+%3D%3E+PL+5512/2013

     

    About

    Pedagoga Especializada em Surdez e Psicoeducadora especializada em Teoria, Pesquisa e Intervenção em Luto.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published.

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.